Ricardo Rangel

Previsões

03.09.2018 escrito por Ricardo Rangel

O voto de Fachin na sexta passada me fez lembrar um artigo meu publicado no Globo de 17 de julho de 2017:

A condenação proíbe lançamento de candidatura, mas não cassa candidatura já existente: Lula pode concorrer. Mas preso pode fazer campanha? Por que não? (aliás, se preso pode ser deputado, claro que preso pode fazer campanha).
A equipe de filmagem é barrada ao tentar entrar na prisão. Gleisi diz que é golpe. Marco Aurélio dá liminar permitindo a entrada. Lula grava os programas de dentro da cela e discursa contra as péssimas condições das prisões brasileiras.
Mas pode se eleger? O TSE decide que não, e determina a retirada do nome de Lula da cédula. Gilberto Carvalho diz que é golpe. O PT entra com mandado de segurança no STF, Lewandowski dá liminar mantendo Lula na cédula. O STF demora a julgar, ocorre o pleito, Lula e Bolsonaro estão no segundo turno!
Alguém propõe refazer o primeiro turno: Dilma e Bolsonaro dão entrevista conjunta: “é golpe!” O TSE marca nova reunião para decidir o que fazer, mas a CUT e o MST promovem uma greve geral, bloqueiam as ruas de Brasília e impedem os ministros de chegar. Ocorre o segundo turno: Lula vence!
É o caos. Lula pode tomar posse ou não? Se não, vence Bolsonaro ou se repete o segundo turno? Ou anula-se a eleição inteira? Marcelo Freixo diz que é golpe. Humberto Costa diz que não se podem ignorar 54 milhões de votos.
O Supremo se reúne em clima de final de copa do mundo. A sentença do TRF-4, que condena e prende Lula, é confirmada. E a eleição, valeu? Sim, valeu. Mas… Lula pode ser empossado? Sim: a legislação proíbe réu de ser presidente, mas não fala nada de condenado, então pode. E… Lula deve ser solto? Não, por que seria?!
Lula toma posse na Papuda: nunca antes na história deste país (e do mundo), houve um presidente presidiário. Meses depois, vai fazer o discurso de abertura na assembleia da ONU com tornozeleira eletrônica (acompanhando-o, o japonês da Federal).

Compartilhe

Facebook Twitter

Arquivado em

lula politica pt

Comentários

Artigos relacionados